Bem-vindo ao portfólio de Leila Pugnaloni

clique para ver mais obras

Sol na paisagem

Leila Pugnaloni - 2019

Desenho original executado em papel Moulin Du Roy

57,00 cm altura x 77,00 cm largura x 0,10 cm profundidade

USD 1.440,00

0
COMPRAR ESTA OBRA

O valor que você vê é o que você paga: o frete já está incluso no preço da obra informado acima.

Você receberá esta obra enrolada em um tubo resistente. Qualquer molduraria próxima a você poderá esticá-la novamente num caixilho.

Garantia de 7 dias para devolução do seu dinheiro

Prazo de entrega: 14 a 20 dias para qualquer país fora do Brasil

A obra de arte sairá do ateliê do artista no Brasil diretamente para a sua casa

Código do produto: 14310

clique nas setas e veja mais obras


QUERO LER MAIS SOBRE O ARTISTA, MOTIVAÇÕES E TRAJETÓRIA PARA ESTABELECER REFERÊNCIAS

QUERO ACESSAR DIRETO MAIS OBRAS DESTE ARTISTA E FAZER A MINHA ESCOLHA :)

A ARTISTA

Leila Pugnaloni


A arte é uma das muitas formas de conhecimento; um ato de consciência e percepção da realidade que somente será completo se for capaz de gerar no espectador alguma forma de reflexão, de curiosidade

“Devemos saber como preservar o frescor e a inocência que uma criança possui quando entra em contato com uma coisa; temos que permanecer criança a vida inteira e, ao mesmo tempo, um homem que capta a sua energia das coisas do mundo”, defendia Henri Matisse. Pintor, desenhista, gravurista e escultor francês, Matisse é considerado uma das expressões mais significativas da arte de vanguarda do século XX. E não por acaso, é ele também uma das grandes referências que nortearam a trajetória da artista plástica carioca Leila Pugnaloni, que igualmente transita simultaneamente entre o desenho e a pintura com a mesma liberdade que pedala sua bicicleta todas as manhãs para fazer suas tarefas cotidianas. Práticas que certamente lhe asseguram a preservação do seu “frescor e inocência”.

A artista gosta de explicar seu desenho como mais emotivo e confessional e, a pintura, deliberadamente mental e reflexiva. Nascida no Rio de Janeiro, Leila passou parte da infância em Brasília onde seu pai, arquiteto, trabalhou. Esta multiplicidade de cenários proporcionou à Leila uma memória visual e afetiva rica tanto em elementos construtivos de uma cidade nascendo dentro de um plano-piloto, quanto em elementos de um lugar de paisagens marinhas, solar e cheia de curvas como o Rio. 

Mais tarde, um estágio em Nova Iorque (EUA) traria as referências que passariam a fazer parte de seu processo: além de Matisse, Mondrian, Volpi, os concretistas e neoconcretistas brasileiros, Ione Saldanha, Hélio Oiticica e muitos outros. As influências da arte construtivista brasileira ganhariam enorme importância em sua trajetória, especialmente na pintura.

O desenho de Pugnaloni gira em torno do mínimo e o máximo de recursos gráficos - como variações na espessura e continuidade das linhas, deformações na perspectiva, visualizações insólitas - que compõem e criam perfeitamente a atmosfera imbuída no desenho

Já o desenho de Leila Pugnaloni gira em torno do mínimo e o máximo de recursos gráficos - como variações na espessura e continuidade das linhas, deformações na perspectiva, nas proporções das figuras, visualizações insólitas - que compõem e criam perfeitamente a atmosfera imbuída no desenho. A artista utiliza nanquim sobre papel, diferentes tipos de canetas, bastões de bambu e bico-de-pena.

O assunto recorrente dos seus desenhos tem sido a figura humana. O corpo e suas possibilidades de movimento, suas expressões diante da vida. “Trabalho com outros temas, como interiores de casas de madeira, paisagens, vegetais ou qualquer coisa que me sensibilize”, explica a artista. Os traços estão em essência, sugerindo esboços que o olhar completa e nos quais não se nota a ausência ou a falta da totalidade da figura, pois suas linhas insinuam volumes que não existem, mas que são preenchidos automaticamente pela visão. “Levado a complementar as formas, o observador não tem consciência que a desenhista fez dele um cúmplice, já que tem de empregar seu cérebro e sua percepção visual para concluir a obra, como se fosse um jogo que Leila propõe sorrindo”, observou a crítica de arte Nilza Procopiak em 2006, num texto sobre a obra de Leila.

Leila Pugnaloni reside atualmente em Curitiba, no Paraná. Estudou na Escola de Belas Artes do Paraná, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro, e em Nova Iorque, na “Art Students League of New York”. Desde 1980, fez mais de 25 exposições individuais, e participou de mais de 40 importantes coletivas, como a III Bienal do Mercosul. Foi premiada em diversos salões de arte, dentre eles o Salão Paranaense de Arte Contemporânea. Em 2003, lançou o livro “Leila Pugnaloni, O Passeio do Olhar”, de autoria de Fernando Bini, e em 2007, lançou o livro “Desenhos”. Ela possui obras nos acervos do Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Museu Oscar Niemeyer, Museu de Arte do Rio, Fundação Cultural de Curitiba, Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro e em coleções particulares no Paraná, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Rio Grande do Sul e Nova Iorque.

“A arte é uma das muitas formas de conhecimento; um ato de consciência e percepção da realidade que somente será completo se for capaz de gerar no espectador alguma forma de reflexão, de curiosidade”, afirma a artista. 



AINDA TEM DÚVIDAS? ESTAMOS AQUI PARA TE OUVIR!



autentik gift: adquira uma obra de arte de um de nossos artistas ou presenteie alguém especial!


obras de Leila Pugnaloni



Selecionamos os melhores artistas brasileiros, ou alocados aqui, para você. Sua obra de arte chegará em perfeito estado no país onde você estiver.
Somos pioneiros em prover uma experiência cultural completa: além de curadoria de artes, oferecemos também uma curadoria exclusiva de conteúdo e educação com relação aos artistas que representamos.
Ao comprar conosco, você contribuirá para que o artista receba mais pela sua própria obra. Você também receberá um Certificado de Autenticidade assinado por ele.
Garantimos a troca ou devolução da sua compra. Todas as suas informações pessoais estarão protegidas e os pagamentos serão realizados via cartões de crédito ou PayPal, empresas financeiras reconhecidas por sua idoneidade. Parcelamos em até 6x sem juros!
leia mais

Você também pode se interessar em ler

O pop não poupa ninguém, nem a arte: a pop-art americana

LER MAIS

Van Gogh, o artista gênio não reconhecido em vida

LER MAIS

Salvador Dalí em "ereção intelectual"

LER MAIS

obras de

Leila Pugnaloni